Mesmo com a sua higiene bucal em dia, é importante sempre prestar atenção em alguns sinais dos seus dentes e gengiva. Além de ser o seu cartão de visitas, o seu sorriso é um dos maiores indicadores da sua saúde em geral – pois problemas bucais podem levar a complicações no coração e infecções que podem se espalhar.

Veja os aspectos mais importantes do seu sorriso que você deve estar atento:

 

1 – Se a gengiva está inchada

Gengivas inchadas, com aspecto esponjoso – mesmo que não apresentem dor – indicam uma ação bacteriana, quadro que na odontologia chamamos de gengivite. Outros sintomas da gengivite são os sangramentos ao escovar ou passar o fio dental e o mau hálito recorrente.

Isso ocorre devido à falta de higiene bucal apropriada. Em casos menos graves, uma boa limpeza em consultório (profilaxia) e semanas de escovação, além do fio dental, já amenizam o problema. Em casos mais graves, quando não há tratamento nem limpeza constante, é necessária uma intervenção mais profunda em consultório.

Se não tratada, a gengivite pode levar à perda de dentes e até problemas cardíacos.

 

2 – Se os dentes estão amarelando 

Dentes podem amarelar em consequência de diversos fatores: alimentação com pigmentos fortes (café, vinho tinto, refrigerante de cola) e também pela falta de higiene adequada.

As manchas amareladas que aparecem devido à falta de higiene são, na maioria das vezes, distinguíveis das provocadas por alimentos com pigmentos. Elas surgem entre os dentes, no limite da gengiva e nos sulcos dentários devido a uma ação de bactérias (placas bacterianas). As bactérias agem desmineralizando o esmalte dentário. O resultado são dentes frágeis e manchados.

As manchas provocadas por alimentos não causam problemas funcionais, apenas denigrem a estética dentária – que pode ter a cor resgatada em tratamentos como o clareamento dental, a aplicação de resina ou lâminas de porcelana (lentes de contato)

 

3 – Se você está sentido dores nas arcadas, ouvidos e cabeça

Dores na arcada, nos dentes, que se estendem pela cabeça e pelos ouvidos, podem acontecer por diversos fatores. Um dos mais comuns é o posicionamento incorreto dos dentes, causado pela movimentação natural dos mesmos ou pelo siso que está despontando sem espaço para nascer.

 

Algumas outras dores podem surgir em consequência de próteses mal colocadas, que chegam a apertar os nervos de outros dentes, trazendo a dor no lado oposto da arcada. O bruxismo, ato de ranger os dentes durante o sono, também pode causar sintomas parecidos.

É extremamente importante a consulta com um dentista especializado para um diagnóstico preciso através de exames clínicos. Alguns tratamentos recorrentes dessa avaliação podem ser: extração do siso, colocação de aparelhos ortodônticos e substituição de próteses.

 

4 – Se os dentes estão sensíveis demais 

Cerca de um a quatro adultos possui sensibilidade nos dentes. Porém, são poucos que chegam ao consultório para tratar do problema. Se você costuma sentir dores ao comer um picolé, por exemplo, é hora de abrir o olho.

A sensibilidade aguçada é decorrente da exposição dos tubos dentinários – que ocorrem por uma possível retração da gengiva (quando os dentes ficam mais alongados).

Postergar o tratamento pode trazer ainda mais desconforto ao comer algo quente ou gelado.

 

5 – Se você sofreu um acidente e bateu a boca

Mesmo que não tenha ocorrido nenhuma fratura nos dentes, acidentes envolvendo a boca podem levar a complicações. Os traumas fortes podem afetar a polpa dos dentes, que em consequência entram em processo de necrose. Você pode não notar esse processo acontecendo, mas após meses do acidente, algumas manchas escuras podem surgir.

O não tratamento pode levar à perda do dente traumatizado pela morte total da parte vital que o sustenta.

 

Clique e agende uma avaliação com os nossos especialistas.