Há algumas décadas atrás, era muito comum os dentistas realizarem extrações em excesso para resolver problemas de saúde bucal, pois não haviam muitas técnicas de recuperação.

E as consequências disso foi que hoje muitas pessoas sofrem com aquela perda precoce dos dentes, pois com o passar do tempo, a ausência de dentes traz muitos danos a estrutura do rosto.

Com os avanços da Odontologia Moderna, hoje existem inúmeras alternativas confortáveis, econômicas e seguras para corrigir a arcada dentária, repor estes dentes que foram precocemente perdidos e trazer de volta os dentes fixos, transformando sorrisos.

Uma delas é o implante All-on-4, uma das soluções mais utilizadas atualmente para os casos de perdas de dentes em virtude de doenças ou por extrações precoces da antiga Odontologia.

No post de hoje, você vai tirar todas as suas dúvidas sobre o tratamento com a ajuda dos nossos especialistas em implantodontia. Boa leitura!

 

1) O que é o implante All-on-4?

O All-on-4 é uma prótese dentária que é suportada por 4 implantes, e pode ser usada tanto na arcada inferior quanto na superior. Ele foi criado em 2003 em Portugal, como uma solução para reduzir o número de implantes, simplificando o tratamento e permitindo a fixação de próteses de resina acrílica. É muito utilizada para os pacientes que perderam todos os dentes de uma arcada e que sofrem com as dentaduras. Podem ser usados tanto na arcada superior quanto inferior.

implante all-on-4
 

2) Em que casos o All-on-4 pode ser utilizado?

A técnica All-on-4 tem como objetivo a satisfação e o conforto dos pacientes, apresentando as seguintes vantagens:

-Não precisa da realização de enxertos ósseos;
-Redução de custos devido à diminuição do número de implantes;
-Instalação imediata de uma prótese fixa (que pode ser provisória ou definitiva, dependendo do caso do paciente);
-Resultados previsíveis;
-Maior facilidade para realizar a higienização.

O método foi desenvolvido para maximizar a utilização do osso disponível e, assim, permitir a reabilitação mais rápida do paciente. No entanto, o implantodontista é quem deve dar orientações precisas sobre o melhor tipo de tratamento a ser utilizado para recuperar os dentes perdidos. Por isso, é importantíssimo realizar uma avaliação inicial para que ele possa fazer uma análise completa da sua saúde bucal.

 

Guia

Até quando você vai sofrer com a falta de dentes?
Tire as suas dúvidas sobre os implantes dentários!

Baixar agora
 

3) Quanto tempo demora o tratamento com o All-on-4?

Para a realização de um tratamento reabilitador com o All-on-Four, são necessárias algumas consultas antes do procedimento cirúrgico. Nelas serão realizadas as avaliações iniciais, os exames radiográficos e laboratoriais, as moldagens e a avaliação das relações maxilo-mandibulares. Estas etapas são importantes para que possa ser feito um planejamento que vai atingir a expectativa do paciente e que para ele possa entender como será realizado o tratamento.

Após 3 a 4 consultas, o procedimento cirúrgico poderá ser realizado. Depois de uma breve pausa de 48 a 72h para recuperação do paciente, as próteses poderão ser instaladas. Deverá haver um retorno ao dentista cerca de 15 a 20 dias depois do procedimento, para remoção dos pontos, acompanhamento e orientações específicas sobre o pós-operatório.

Nos primeiros meses após a cirurgia, na fase de cicatrização, os implantes serão submetidos a “osseointegração”. Isso significa que os novos implantes estarão formando uma ligação biológica com o osso. Deve o cliente executar uma dieta mole e macia durante este período de cicatrização, mantendo cuidados adequados com a higiene.

Conheça a história do Sr. Jairo com os implantes! Confira o depoimento dele:

4) Como é feita a higiene?

A grande vantagem desta modalidade de prótese é a característica de ser fixa, ou seja, oferece uma excelente eficiência mastigatória, restabelece a estética, e confere segurança ao cliente. No entanto,o paciente precisa ter um cuidado redobrado com a sua higiene, usando escovas especiais, enxaguantes bucais, passadores de fio dental e aparelhos que promovem jatos de água.

Além disso, são recomendadas visitas periódicas ao dentista para que ele possa avaliar, remover e fazer manutenções na prótese e conexões protéticas a cada 6 meses, que é a indicação que é feita também para quem tem ainda os dentes naturais. Desta maneira, é possível garantir o conforto do paciente e aumentar a longevidade do tratamento, evitando inflamações ou falência dos implantes.

É importante que o cliente esteja ciente: sem a limpeza e a adequada escovação, todo tratamento com implantes, por mais moderno que seja, correrá riscos de ser perdido. O cliente que não desejar fazer a higiene orientada pelo seu dentista, não deve se submeter a este tratamento, pois as chances de sucesso são reduzidas sem este cuidado.

 

5) Qual tempo duram os implantes All-on-4?

Todas as técnicas odontológicas, sejam elas cirúrgicas ou protéticas, têm um prazo de validade. Não é possível fazer uma previsão exata sobre o número de anos que uma prótese dentária suportada em um implante vai durar. Entretanto, como qualquer procedimento em saúde, o profissional tem que dar estimativas de sucesso, baseadas em estudos científicos.

Atualmente têm-se evidências de que mais de 90% dos implantes All-on-Four instalados corretamente apresentam-se em boca entre 10 e 15 anos após sua colocação. Por isso, é extremamente importante que o profissional escolhido para realizar o procedimento seja experiente e qualificado para executar a técnica.

Além disso, como falamos anteriormente, as manutenções preventivas e visitas regulares ao dentista são indispensáveis e também tendem a favorecer a longevidade do tratamento.

 

6) Os implantes com a técnica All-on-4 apresentam riscos?

A técnica exige rigorosa indicação, avaliação e conhecimento da equipe cirúrgica e protética. O planejamento do caso e o estudo das opções de tratamento devem ser cuidadosamente avaliados para minimizar os riscos. O cirurgião experiente e treinado associado a exames tomográficos, protótipos tridimensionais, guias cirúrgicos, planejamento protético e cirúrgico preciso, tornam a técnica a cada anos mais segura. No entanto, é um procedimento cirúrgico como qualquer outro e, apesar de não serem frequentes, os riscos precisam ser considerados.

 

7) Em que casos não se pode usar este tipo de tratamento?

É importante ressaltar que os implantes são indicados para substituir dentes perdidos ou, eventualmente, que não se formaram. Assim, em todas as idades pode haver indicação para instalação de implantes. Entretanto, a recomendação mais conservadora sugere que os implantes sejam instalados somente após o término do crescimento corporal, ou seja, a partir do final da adolescência.

Quanto às demais idades, toda pessoa tem condições de receber tratamento com implantes, incluindo-se nessa categoria os mais idosos. Condições locais, situações sistêmicas, hábitos comportamentais, etc serão importantes na tomada de decisão, mas sabe-se que a idade avançada não é um fator limitador da colocação de implantes.

 

8) A estrutura óssea da face influencia no tratamento?​

No caso de uma estrutura óssea comprometida, o tratamento mais tradicional para recuperar os dentes perdidos seria realizar grandes reconstruções ósseas, o que teria um alto grau de morbidade, baixa previsibilidade e custo elevado. No entanto, as reabilitações com o All-on-4 surgiram como alternativa cirúrgica para estes pacientes e tem sido utilizada com uma margem de sucesso similar as próteses clássicas, com a vantagem de serem mais acessíveis e confortáveis.

Por isso, deve ser realizada uma avaliação inicial com o Implantodontista para que a situação da saúde bucal seja estudada. A partir do pedido de exames clínicos e laboratoriais, um planejamento detalhado poderá ser feito de acordo com a estrutura óssea de cada paciente.

Aqui na Odontoquality, temos uma equipe especializada em realizar o implantes All-on-4. Ao longo de 17 anos de experiência, já recuperamos mais de 20 mil sorrisos!

Que tal fazer uma avaliação inicial e conversar pessoalmente com o Dr. Ilton Mafra ou com o Dr. Emerson sobre os seus dentes? Você poderá tirar todas as suas dúvidas sobre o assunto!

Marque uma consulta para uma avaliação com nossos especialistas

 

Conheça os nossos especialistas