O aumento da longevidade e a mudança de hábitos de uma terceira idade cada vez mais ativa traz a possibilidade de se viver maturidade com muito mais qualidade.

Mas, mesmo com o acesso mais facilitado ao dentista, os avanços na prevenção de problemas bucais e nos tratamentos odontológicos, 72% da população acima dos 50 anos ainda carrega, no mínimo, uma das arcadas com falta de dentes, convivendo com dores, desconfortos e limitações ao falar, comer e conviver socialmente. Fatos que muitas vezes acontecem pelo medo de tratar e desconhecimento das soluções que hoje a Odontologia oferece.

A Odontologia oferece muitas possibilidades para recuperar a dentição perdida e viver com mais conforto. Esse é o papel da Dra. Michele Schlichting, Especialista em Próteses na Clínica Odontoquality, Em uma conversa agradável, a Dra. explica quais são as soluções existentes hoje em dia e como você pode transformar seu sorriso em pouco tempo.

 

Quais são os tipos de soluções em próteses que a odontologia oferece para cada caso?

Basicamente, existem 3 tipos de próteses: as próteses removíveis, as próteses fixas e as próteses sobre implantes.

Modelo de rróteses móveis ou dentaduras  Próteses fixas sem implante Próteses fixadas sobre um implante dentário

À esquerda, prótese removível parcial, que pode ser retirada para limpeza. Ao centro, modelo de prótese que utiliza os dentes laterais para ser fixada. À direita, modelo de prótese que é fixada sobre um implante dentário. 

Próteses Removíveis: é uma prótese que substitui um ou mais dentes perdidos de forma parcial ou total. Chamadas também de ponte móvel ou dentadura, esse tipo de prótese pode ser retirada pelo paciente no momento em que ele desejar para higienização.

Próteses fixas: são próteses que substituem um ou mais dentes perdidos apoiando-se sobre as raízes dos dentes. Também são conhecidas pelos nomes de ponte fixa, coroas, jaquetas e pivot. E podem ser confeccionadas com materiais estéticos.

Próteses sobre implantes: é a prótese que substitui um ou mais dentes perdidos, fixando-se sobre as “raízes artificiais”, chamadas de implantes. Os implantes vão oferecer maior retenção, estabilidade e estética, aumentando sua eficácia e segurança em relação às próteses removíveis.

As próteses podem imitar perfeitamente um dente natural: a cor, a textura e ranhuras são praticamente iguais
As próteses podem imitar perfeitamente um dente natural: a cor, a textura e ranhuras são praticamente iguais.

 

Por que as pessoas devem se preocupar com a falta de um dente, mesmo aquele no fundo da arcada que não atrapalha diretamente na estética?

 

Quando a perda é na frente, a pessoa tende a procurar um dentista rapidamente. Mas, quando a perda é é na região posterior, por não aparecere e não interferir muito na estética, muitas pessoas adiam a colocação das próteses. Mas a perda dos dentes posteriores também representa maiores problemas: pode alterar a mordida com a movimentação dentária, gerar dificuldades para a pessoa se alimentar e falar, em alguns casos, prejudicar a nutrição.

Fratura nos dentes de trás também pode causar problemas bucais sérios

Fratura nos dentes de trás também pode causar problemas bucais sérios!

A pessoa começa a escolher alimentos mais fáceis porque está difícil de mastigar por falta daquele dente posterior, o molar, por exemplo. Também, a partir de um tempo, mexem muito com a auto-estima, pois os dentes começam a se movimentar, criando espaços entre eles, gerando problemas de função e comprometendo a estética. É muito importante quando uma pessoa tem uma perda dentária seja avaliada o quanto antes para planejar sua reabilitação .

 

Como saberei qual o tipo de prótese é mais indicada no meu caso?

É necessário uma avaliação inicial para solicitação de alguns exames (radiografias e/ou tomografias), saber do histórico médico do paciente (se ele é alérgico, se faz uso de medicamentos) para podermos fazer um planejamento e assim definirmos quais as melhores opções de tratamento. Afinal o cuidado com cada paciente é individual, olhando para as suas necessidades com carinho e buscando tratar a saúde dele de maneira geral.
 

Guia

Até quando você vai sofrer com a falta de dentes?
Tire as suas dúvidas sobre os implantes dentários!

Baixar agora

 

E quando só é um caso de dente quebrado parcialmente?

 

Coroas dentárias ou restaurações para dentes quebrados

As coroas permitem “encapar” parte do dente que está debilitado, tornando a estética e funcionalidade do sorriso em dia novamente.

Da mesma forma, esse dente será avaliado para definir se o procedimento mais indicado é a restauração direta em resina, um onlay (restauração confeccionada no
laboratório que permite mais perfeição no dente final) ou até mesmo uma coroa (uma capa que recobre o pedaço do dente.

 

Qual é a duração de uma prótese e como o paciente deve cuidar dela ao longo da vida?

Próteses garantem segurança ao comer e sorrir

O passo mais importante para garantir a longevidade da sua prótese é fazer uma boa prática de higiene oral e a visita regular ao dentista para exames e limpezas.

 

Quais são os maiores desafios para realização dos tratamentos protéticos e restauradores?

Como dissemos, sempre buscamos tratar o nosso paciente com carinho, como um cliente especial. Isso também faz parte do tratamento e faz uma grande diferença.
O nosso grande desafio é fazer com que os pacientes não abandonem o tratamento e causem mais problemas à saúde bucal, por puro medo. Em qualquer procedimento temos esse desafio, com crianças, adultos ou idosos, mesmo para fazer uma limpeza corriqueira.

Têm pacientes que têm muita ânsia, por isso, com carinho e atenção especial tentamos entender o fator psicológico, sentar, conversar, acalmar, perguntar como ele acha que vai ser melhor. Em alguns casos, é possível inserir uma medicação especial para acalmar o paciente na hora do procedimento.

 

Drª. Michele Schlichting – CRO-SC 7158: Especialista em transformar sorrisos!

 

Dra Michele Schlichting ? CRO-SC 7158 - Próteses

Dra. Michele é graduada em Odontologia pela Univille em 2003. Antes mesmo faculdade, a prótese já fazia parte de sua vida, pois trabalhava com seus pais no laboratório de prótese da família. Logo após a faculdade, aperfeiçoou-se e se especializou-se em Prótese. Seu último curso foi o aperfeiçoamento em estética para suprir as necessidades de pacientes cada vez mais preocupados com a saúde aliada à estética.

 

Clique aqui para marcar a sua avaliação inicial!