Você já ouviu falar que quem bebe leite tem os dentes mais fortes. A afirmação não deixa de estar correta. Na verdade, um nutriente encontrado nos lácteos (leite, queijo, iogurte, etc.) chamado caseína tem este papel.

Em diversos estudos, a caseína foi apontada como elemento que ajuda a remineralizar os dentes. Ou seja, ela trabalha junto ao cálcio e fosfato reconstruindo e tornando mais forte o esmalte dentário que constantemente sofre erosão devido à alimentação ácida que temos, com base em industrializados e, especialmente, refrigerantes.

Além disso, a proteína encontrada em grandes quantidades no leite de vaca ou outros mamíferos potencializa a proteção e prevenção de cáries, promove o fluxo salivar e regula o pH bucal. Ainda previne, em menor grau, a periodontite e o câncer de boca.

Por esse motivo, a velha história de que crianças precisam beber leite para ficarem “mais fortes” não é uma lenda. O leite, por conter grandes porcentagens de cálcio, beneficia a formação dentária.

Não só os pequenos, como os adultos, tiram proveito dos nutrientes do leite e derivados. Porém, é preciso ficar atento se há algum desconforto ao ingerir os lácteos, já que com o avançar da idade as pessoas se tornam mais propensas a adquirirem certa intolerância a esses alimentos. A recomendação é que se procure um nutricionista para avaliar e buscar novas fontes dessa proteína que tanto auxilia na manutenção da saúde bucal.

O leite pode ajudar os seus dentes ficarem mais fortes, mas, para garantir uma saúde bucal em dia, nada como uma higiene adequada (escovação após as refeições e fio dental 2 vezes ao dia) e visitas regulares ao dentista, que deve realizar uma limpeza profunda.

 

Clique aqui para marcar uma avaliação inicial com os especialistas da Odontoquality